Mandante invicto, Cruzeiro conta com torcida para quebrar jejum contra CRB

Torcida do Cruzeiro compareceu em peso contra o Sampaio no último desafio como mandante — Foto: Staff Images

Mandante invicto, Cruzeiro conta com torcida para quebrar jejum contra CRB

O Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira (8), às 19h, no Mineirão, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, contra o CRB. Será o reencontro com a torcida celeste e a possibilidade também de manter outra sequência invicta, a estabelecida como mandante no torneio nacional até o momento. Dos 10 jogos que a Raposa fez até o momento na segundona, quatro foram como mandante. O Cruzeiro venceu todos os confrontos e não levou um gol sequer.

Foram triunfos diante do Brusque (1 a 0); Londrina (1 a 0); Grêmio (1 a 0) e Sampaio Corrêa (2 a 0). Só o Vasco tem mais pontos que o Cruzeiro jogando em casa, porém o time cruzmaltino já venceu quatro partidas e empatou outros dois confrontos, acumulando para um rendimento de 77,8%.

Para a próxima quarta-feira (8), a expectativa é de mais uma festa da torcida cruzeirense. Mais de 25 mil torcedores já estão garantidos no Gigante da Pampulha. Contra o Sampaio, o último confronto celeste no estádio, quase 60 mil espectadores compareceram. Foram 53.460 pagantes, que contribuíram para que a Raposa entrasse no Top 10 dos maiores públicos do ano no futebol brasileiro, além de estabelecer, em público total, o recorde do Mineirão na temporada.

“Deus queira que tenha Mineirão lotado (contra o CRB), que o torcedor saiba que é muito importante para nós. No Mineirão, eles fazem muita diferença. Puxam muito os jogadores. Vamos jogar outra final, todos juntos, que seja uma linda festa e sigam contentes. Necessita de alegria essa gente. Nós, para darmos essa alegria, temos que deixar tudo no campo”, declarou Pezzolano, conclamando a nação azul para lotar o Mineirão diante do CRB.

E será importante ter o torcedor incentivando o estrelado, já que o CRB é um adversário que costuma ser uma pedra no sapato do Cruzeiro. Desde 2020, quando as equipes passaram a se encontrar com frequência, começando pela terceira fase da Copa do Brasil daquele ano, o time mineiro não sabe o que é vencer os alagoanos. Foram seis jogos neste período, com duas vitórias do CRB e quatro empates. No ano passado, o Cruzeiro perdeu para os alagoanos fora de casa por 4 a 3 e empatou por 0 a 0 como mandante. A ùltima vitória cruzeirense sobre o CRB foi pela segunda fase da Copa do Brasil de 2006, quando a Raposa bateu os alagoanos dentro do Rei Pelé por 2 a 0, gols de Francisar e Diego Clementino.